PUB.

Fundação Caixa Crédito Agrícola Alto Douro apoiou 36 IPSS transmontanas

PUB.

Qua, 14/02/2024 - 09:08


36 Instituições Particulares de Solidariedade Social da região foram apoiadas pela Fundação Caixa de Crédito Agrícola Alto Douro, no âmbito do programa de incentivos

As IPSS tiveram que submeter uma candidatura do projecto, que depois foi avaliada por um juiz externo à fundação.

A Santa Casa da Misericórdia de Macedo de Cavaleiros foi uma das contempladas, com financiamento para uma cama articulada, “no valor de cerca de 800 euros”. “Para nós uma ajuda significativa. Nós sempre que podemos recorremos a estas estruturas que se disponibilizam a ajudar quem mais precisa que são, neste caso, as IPSS”, disse o provedor, António José Vaz.

Outras das instituições apoiadas foram o Centro Social Paroquial de Celas, em Vinhais, e o Centro Social Paroquial de Pinela, em Bragança. A IPSS de Celas recebeu financiamento para a compra de marmitas usadas no apoio domiciliário e para a de Pinela o dinheiro servirá para compra de electrodomésticos para a cozinha.

Andrea Pinto, em representação das duas instituições, salienta a importância do apoio. “Estes apoios são muito importantes, sobretudo para colmatar estas pequenas necessidades que vão surgindo nas instituições, uma vez que vamos vivendo das mensalidades, que são poucas, e dos acordos, que não chegam para tudo”, frisou.

No total, a Fundação Caixa de Crédito Agrícola disponibilizou 50 mil euros para financiar os projectos. A presidente, Cândida Braz, espera poder aumentar o apoio atribuído. “As IPSS substituem a família, por vezes, e substituem sempre o papel do estado. Houvesse mais dinheiro para distribuir. Estamos há três nestas funções, logo no primeiro ano passou de 25 mil euros para 50 mil e eu espero que mais tarde se consiga voltar a fazer um aumento, porque tem imensa procura e sabemos que o dinheiro vai ser muito bem empregue”, adiantou.

Foram contempladas 36 IPSS, dos oito concelhos de abrangência da Fundação Caixa de Crédito Agrícola Alto Douro, Bragança, Macedo de Cavaleiros, Mirandela e Vinhais, no distrito de Bragança, e Alijó, Murça, Sabrosa e Valpaços, no distrito de Vila Real. Os protocolos foram assinados, na passada quinta-feira, em Vinhais.

Escrito por Brigantia

Jornalista: 
Ângela Pais