IPB está a testar professores e funcionários: alunos serão testados quando retomarem aulas presenciais

Qui, 15/04/2021 - 09:01


O Instituto Politécnico de Bragança já começou a testar para a Covid-19 o pessoal docente e não docente. Vão ser realizados cerca de 9 mil testes rápidos à Covid-19.

Prevê-se que as aulas presenciais, no ensino superior, arranquem no próximo dia 19. Segundo o presidente do IPB serão feitos 9 mil testes rápidos a professores, funcionários e estudantes, para garantir toda a segurança.

“Na próxima semana, à medida que os alunos vão tendo aulas serão testados”, acrescentou Orlando Rodrigues.

Para já, das 300 pessoas testadas, nenhuma testou positivo. Caso surjam será feita a análise da estirpe, já que o politécnico tem um Laboratório Covid.

“Faremos a confirmação em PCR e ainda a identificação da estirpe do vírus, que nos parece relevante no controlo da pandemia e saber também alunos que venham de fora, se houver casos de infecções, que estirpe é que está em causa”.

Se o risco de contágio ultrapassar os 240 casos por 100 mil habitantes, nos concelhos de Bragança e Mirandela, onde estão as escolas do politécnico de Bragança, a testagem passará a ser feita de 14 em 14 dias. Por enquanto, apesar de Mirandela estar próxima do limiar, não há indicações de que possa não abrir.

“O plano que temos é a retoma das actividades presenciais exactamente nos mesmos moldes que funcionamos no primeiro semestre, com rigorosas medidas de segurança, com os limites máximos de presença de alunos nas salas e laboratórios e com funcionamento do ensino misto”, referiu o presidente do politécnico.

A testagem aos professores e colaboradores do IPB começou nesta segunda-feira. A partir do dia 19, se o politécnico abrir como está previsto, começarão a ser testados os alunos. Vão ser realizados cerca de 9 mil testes rápidos à Covid-19.

Escrito por Brigantia

Jornalista: 
Ângela Pais