Futebol Feminino: AD Paredes sofre goleada caseira

Dom, 20/11/2022 - 13:25


A Associação Desportiva Paredes sofreu, este sábado, uma derrota pesada na recepção ao Vitória SC, 0-7 foi o resultado da partida da jornada quatro da série A do Campeonato Nacional Feminino sub-19.

O jogo foi bastante complicado para a equipa da casa que muito cedo acusou a pressão de estar em desvantagem no marcador. Pedrinha, técnico da AD Paredes, exige uma mudança de mentalidade. “Um lance de bola parada, no primeiro golo, mais uma vez, e a equipa foi logo abaixo. Não percebo o porquê desse desânimo. Aconteceu a mesma coisa com o FC Famalicão. Alguma coisa tem de mudar”.

Numa época de mudanças no Campeonato Nacional Feminino sub-19, com passagem do futebol 9 para o 11, de 35 para 45 minutos de jogo e substituições limitadas, as dificuldades parecem ser maiores para as transmontanas. No entanto, Pedrinha considera isso não pode justificar os resultados negativos. “Chega de desculpas. Elas têm de ouvir o treinador, se não ouvem não vamos a lado nenhum”, afirmou.

Mais satisfeita com o resultado estava a treinadora do Vitória SC. Apesar da vitória expressiva, Joana Costa não considera que tenha sido um jogo fácil para a sua equipa. “Nós é que tornámos o jogo fácil. Não foi pelos resultados negativos da AD Paredes que pensámos que ia ser fácil, muito pelo contrário, pois até vínhamos desfalcadas, temos jogadoras doentes. Encarámos o jogo de forma séria e foi isso que nos levou ao golo”.

Na formação visitante esteve em destaque a jovem Francisca Castro. A avançada fez hat-trick (16’, 25’, 53’). Isabel Araújo, Sara Martins, Leonor Cunha e Ana Monteiro marcaram os restantes golos das vitorianas.

O Vitória SC subiu para a segunda posição, com sete pontos.  A AD Paredes continua de lanterna na mão, no último lugar, se qualquer ponto.

Na próxima jornada, agendada para o dia 26 de Novembro, há dérbi distrital. A AD Paredes joga no terreno do SC Mirandela, que este sábado, também perdeu, 3-0 com o FC Famalicão.

 

Jornalista: 
SM