Futebol: Empate amargo para Bragança e Vimioso

Dom, 28/02/2021 - 19:36


O jogo entre Bragança e Vimioso, dérbi transmontano da jornada 18 da série A do Campeonato de Portugal, terminou empatado a zero.

O resultado não serve a nenhuma das equipas, que estão em zona de despromoção, sendo que a tarefa do Vimioso é a mais difícil pois é lanterna vermelha, último classificado.

Rafael Nascimento, técnico dos brigantinos, mostrou-se desagradado com o resultado e com a forma como se desenrolou o jogo. “Vi uma equipa a tentar jogar e duas a não jogar. Uma a parar o jogo constantemente e a outra a bater a bola na frente. Não é isto que me apaixona no jogo e, por isso, isso saio daqui desiludido”, afirmou.

Para o treinador do Bragança o tempo útil de jogo foi reduzido e pede mais respeito pelas equipas. “A federação e quem manda fala muito em proteger o jogo e o jogador e na prática vemos o contrário. Como queremos proteger uma equipa que joga se estão sempre a parar o jogo? Tempo útil? Se calhar em 20 minutos jogaram-se três. Peço respeito por esta profissão que adoro e por todos aqueles que dedicam o seu tempo a isto”.

E para Eurico Martins, técnico do Vimioso, o jogo “foi dividido”. “O Bragança acaba por ter mais posse de bola mas tiveram tantas oportunidades como nós. De resto, o jogo foi muito disputado, de muito contacto físico o que é normal”, referiu.

O Vimioso tem em mãos uma missão bastante difícil pois é último classificado com oito pontos quando restam quatro jornadas para terminar o campeonato. Ainda assim, Eurico Martins não atira a toalha ao chão. “Eu disse sempre que íamos à procura dos três pontos mas sabemos que temos fragilidades. Não atiramos a toalha ao chão e se cairmos vamos cair com dignidade”.

Na próxima jornada o Vimioso recebe o Vilaverdense, sétimo classificado.

Quanto ao Bragança é 10º com 16 pontos e está a quatro da linha de água. O Merelinense, segundo classificado, que nesta jornada perdeu 2-1 com o Vidago, é o próximo adversário dos brigantinos.