PUB.

Centro Social e Paroquial Santos Mártires vai ter pessoas no terreno para ajudar a identificar carências

PUB.

Sex, 24/11/2023 - 09:16


O Centro Social e Paroquial Santos Mártires vai ter pessoas no terreno para ajudar a identificar carências.
O projecto consiste em ter “mediadores sociais” que ajudarão as instituições a criar estratégias de combate à pobreza, explica Jorge Humberto Sampaio. “Entendemos que esta rede, destas instituições que estão próximas da sociedade, devem ter agentes ou mediadores sociais de proximidade que identifiquem mais proximamente as carências para que possamos desenvolver estratégias mais eficientes de combate a estas carências”.
Os idosos vão ser um dos grupos a ter em atenção, mas os mais novos serão o grande foco, uma vez que são a geração futura e só assim será possível quebrar a pobreza. “O nosso foco até deve ser mais direccionado para a população mais jovem. Devemos combater as carências nos agregados familiares e pedir um único retorno, que geração seguinte tenha padrões suficientes que lhes permita igualdade de oportunidades”.
O projecto será implementado no próximo ano. O Centro Social e Paroquial Santos Mártires, em Bragança, não tem dúvidas que é a trabalhar em “rede” que a pobreza pode ser combatida.
Os “mediadores” estarão espalhados pela área de intervenção do Centro Social e Paroquial, ou seja, bairros de Santiago, Formarigos, Coxa e Artur Mirandela e freguesia da Sé. 
Escrito por Brigantia
Jornalista: 
Ângela Pais