Apesar do atraso na produção, castanha chegou a tempo da Rural Castanea em Vinhais

Seg, 22/10/2018 - 10:23


Terminou ontem em Vinhais mais uma Rural Castanea, por onde passou o Ministro da Educação. Tiago Brandão Rodrigues destacou a qualificação como factor essencial para a fixação de jovens na região. 

“A qualificação leva-nos, e vimo-lo aqui, a que os jovens que passam pelas escolas profissionais agrícolas ou de hotelaria possam também desenvolver produtos do passado com uma nova roupagem. Existe um trabalho muito sistemático das autarquias e do governo para que isso aconteça verdadeiramente e para que a valorização do interior se faça com o que aqui existe, por um lado as gentes daqui e por outro lado os produtos que temos que são a nossa grande mais-valia”, referiu.

Apesar de não estar sob a tutela de Tiago de Brandão Rodrigues, durante a passagem do ministro, o presidente do município de Vinhais, Luís Fernandes, pediu apoio para o sector da castanha. “Um grande constrangimento para o concelho, a nível da agricultura, são os problemas das doenças e pragas do castanheiro, como a vespa das galhas, é verdade que o Ministério da Agricultura tem acompanhado esta situação, mas o que pedimos é que no caso desta situação piorar muito sejam tomadas medidas para fazer face a uma eventual quebra de produção que pode acontecer”, salientou.

E apesar de a produção de castanha estar atrasada este ano, a qualidade esteve garantida e muitos outros produtos de Outono são também vendidos nesta feira.

E segundo o presidente do Município de Vinhais não faltou castanha no certame. Luís Fernandes fez um balanço positivo da edição deste ano da Festa da Castanha “quer do número de visitantes quer das vendas, da informação que tenho dos expositores”.

A Rural Castanea decorreu nos últimos três dias em Vinhais. Escrito por Brigantia.

Jornalista: 
Olga Telo Cordeiro