Trail Running: Trail "Serra de Passos" no calendário de provas nacionais de Skyrunning pode ser uma realidade já em 2023

Qua, 16/11/2022 - 15:43


Isso mesmo vai constar do relatório dos técnicos da federação de campismo e montanhismo de Portugal que marcaram presença na segunda edição do trail "Serra de passos" organizado pelo grupo "Mirandela a Correr", no passado domingo.

O Trail “Serra de Passos”, no concelho de Mirandela, pode vir a fazer parte do calendário nacional das provas de Skyrunning da Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal já em 2023.

A informação foi avançada, no passado domingo, após a segunda edição desta prova, por João Paulo Queirós, técnico de Skyrunning da federação, que esteve a acompanhar a prova e a elaborar um relatório que confessa ser “muito positivo” e que confere ao trail “Serra de Passos” um “enorme potencial para vir a integrar o calendário nacional”, tanto do trail longo de 23 quilómetros, como do trail curto de 10 quilómetros.

“É uma prova com qualidades inerentes, não só por causa da serra de Passos, mas também a própria organização que esteve muito bem, pelo que tem boas potencialidades para fazer parte do nosso calendário, assim eles o desejem e é o que vamos referir no relatório”, afirma o técnico.

Ainda assim, João Paulo Queirós admite que “podem ser feitas algumas correcções”, revelando também que “a prova dos 23 quilómetros é boa para o nosso calendário dos seniores e dos veteranos e a prova curta também tem boas características para os escalões mais novos”, adianta.

Esta possibilidade é vista com bons olhos pelo Grupo Mirandela a Correr, que organiza a prova, e que implica agora um processo de candidatura a apresentar até ao final do ano. “É uma enorme satisfação”, confessa Hélder Silva esperando que seja possível criar uma enorme onda de união entre diversos parceiros para que em 2023 já seja possível ter uma prova do calendário nacional de Skyrunning. “Vai requerer um trabalho de parceria com o Município, com a Associação de Desporto de Bragança, ou seja, tem de haver uma união de forças para conseguirmos levar isto avante e vamos começar a trabalhar nesse sentido esperando que em Mirandela estejam receptivos a este evento que pode trazer muita gente de fora”, acredita.

A vereadora do Município de Mirandela responsável pelo pelouro do desporto deixa indicações de que a autarquia está disponível para apoiar. “O Grupo Mirandela a Correr tem tido um papel preponderante na divulgação do que é o potencial da serra neste sentido e a ambição é mesmo crescer e chegar a campeonatos nacionais e trazer atletas de todo o país para a serra de Santa Comba, na freguesia de Passos”, disse Vera Preto.

Quem não esconde a enorme satisfação pela possibilidade de a prova de trail vir a ganhar estatuto nacional é o presidente da junta de Freguesia de Passos. “Isto é importante em todos os sentidos, porque dá a conhecer a nossa serra, a paisagem, os trilhos e a nossa gente, pelo que quanto mais gente vier melhor para a freguesia”, admite Carlos Grilo.

E para começar a preparar a logística para que a candidatura possa ter sucesso, Hélder Silva lança desde já um apelo ao sector da hotelaria e restauração. “Uma das queixas que tivemos dos atletas é que não tinham onde ficar. Seria importante a hotelaria e o turismo que existe em Mirandela juntarem-se ao evento para conseguirmos dar essa oferta aos atletas na plataforma de inscrição, porque fizemos esse apelo e só um turismo rural respondeu. É triste ver atletas irem dormir a Valpaços”, rematou.

Esta é certamente uma das lacunas a melhorar. A boa notícia é que o Trail “Serra de Passos”, que este ano já pontuou para o Campeonato Distrital de Corrida de Montanha da Associação de Atletismo de Bragança, pode vir a integrar o calendário nacional de provas da Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal, já em 2023.

Foto de Município de Mirandela

Escrito por Rádio Terra Quente (CIR - Cadeia de Informação Regional)