Santa Casa de Macedo comemora 90 anos com debate sobre os novos desafios das misericórdias

Seg, 20/03/2017 - 10:00


Este sábado a Santa Casa da Misericórdia de Macedo de Cavaleiros comemorou os 90 anos de existência com um debate sobre “Os Novos Desafios das Misericórdias”, ocasião na qual o Secretários de Estado da Saúde, Manuel Delgado, frisou a importância destas instituições no apoio na área dos cuidados continuados e paliativos.

O provedor da Santa Casa da Misericórdia, Alfredo Castanheira Pinto, explica que o tema foi escolhido devido às mudanças nas necessidades da sociedade e porque a crise tem imposto novas funções e exigências às misericórdias.

“É um dos temas que neste momento aflige as misericórdias todas a nível de país, porque elas estão de tal maneira sobrecarregadas com trabalho que é muito complicado trabalhar nas misericórdias. Têm de se adaptar às necessidades da sociedade, há muita fome encoberta e temos de ser mais activos nas soluções e de colaborar mais com as outras entidades”, sustenta.

Na conferência que debateu o futuro das misericórdias participou Maria de Belém Roseira, antiga ministra da saúde e ex vice presidente da misericórdia de Lisboa que considera que devido à sua implementação no território as misericórdias devem assumir novos papéis na prevenção nas áreas da saúde e educação.

“Falo no RPR, a reparação, prevenção e a reintegração das pessoas. A prevenção é fundamental porque muitos dos problemas que se abatem sobre nós como a doença são por vezes de comportamento, como a diabetes, e um outro aspecto da prevenção que tem de se ser mais forte é no percurso escolar das crianças”, destacou.

No dia em que se assinalaram os 90 anos da criação da santa casa da misericórdia de Macedo de Cavaleiros foi atribuído o título de irmão honorário ao presidente do Município de Macedo, Duarte Moreno e à esposa e ex-deputada à Assembleia da República, Maria José Moreno devido à cedência de um terreno à instituição. Escrito por Brigantia.

Jornalista: 
Olga Telo Cordeiro