Praxe alternativa com carácter científico em Montesinho quer ser exemplo para o país

Seg, 10/10/2016 - 10:25


Já este sábado o Ministro da Ciência e Tecnologia participou numa expedição lúdico-científica na serra de montesinho. A acção pretendeu ser uma forma diferente de integração dos novos alunos do Instituto Politécnico de Bragança, uma espécie de praxe alternativa. Acabar com a humilhação nas praxes académicas tem sido uma das bandeiras do ministro que tutela o ensino superior.

O governante espera que a actividade possa servir de exemplo para outras instituições de ensino.

“Para mim acolhimento dos estudantes é como aqui vi, é com mais conhecimento com trocas de culturas e actividades lúdicas isso é que é o acolhimento de estudantes. Eu vim ca para promover este tipo de actividades. Este é um evento de grande dignificação do ensino superior e do politécnico de Bragança e penso que é um grande exemplo”, referiu o ministro.

A actividade foi muito participada tendo contado com cerca de 350 alunos, na maioria caloiros, e ainda investigadores e professores do IPB, num total de cerca de 450 participantes.

Quem chegou há pouco tempo a Bragança entende que esta é uma boa forma de integração e de ficar a conhecer a região para onde vieram estudar.

“A integração está muito boa. Esta é uma oportunidade de todos se conhecerem, mal ou bem, fica um na sua escola e aqui temos oportunidade de confraternizar juntos”, acredita Vítor Couto, estudante brasileiro que chegou há alguns dias a Bragança.

Um dia de praxe diferente que incluiu um passeio, entre as aldeias de Montesinho e de França, no concelho de Bragança, com actividades de exploração científica conduzida por investigadores do CIMO Centro de Investigação de Montanha, ao longo do caminho, um almoço convívio, actuações de tunas e jogos tradicionais. Escrito por Brigantia.

Jornalista: 
Olga Telo Cordeiro