PUB.

Governo criou apoio para ajudar agricultores com o aumento do preço dos combustíveis

PUB.

Seg, 20/11/2023 - 09:03


O Governo criou um apoio extraordinário de 4,7 milhões de euros para os agricultores

O objectivo é mitigar os efeitos causados pela inflação e o aumento dos combustíveis. Há ainda cerca de 2,2 milhões para os pequenos agricultores.

À margem da feira de Freixo de Espada à Cinta, o secretário de Estado da Agricultura, Gonçalo Rodrigues, explicou que esta ajuda vai abranger os pequenos agricultores que ficaram de fora dos outros apoios. “É um apoio de 50 euros em função daquilo que foi a estimativa do incremento dos custos tidos pelo aumento da crise inflacionista”, adiantou.

Quanto aos subsídios para os agricultores de produção biológica ou até integrada, que estavam prometidos para Outubro e que agora já chegarão no próximo ano, o secretário de Estado garante que o calendário vai ser cumprido, mesmo com a queda do Governo. “O calendário previsional vai ser cumprido à risca independentemente da situação em que nos encontrarmos. Iremos fazer os adiantamentos ao regime da pequena agricultura e ao apoio ao rendimento base e depois começaremos, a partir de Janeiro, a fazer os pagamentos às medidas agro-ambientais, à produção integrada, à agricultura biológica”, avançou.

O governante avançou ainda que quanto ao adiantamento de 900 milhões de euros de ajudas comunitárias para os agricultores, metade já será pago este mês. “Pretendemos até ao fim de Novembro pagar cerca de 430 milhões de euros, ligeiramente metade do que está previsto, sendo depois continuado todo o regime de acordo com o calendário previsto”.

Declarações do secretário de Estado da Agricultura, Gonçalo Rodrigues, em Freixo de Espada à Cinta. 

Escrito por Brigantia

Jornalista: 
Ângela Pais