PUB.

Freguesias da Sé, Santa Maria e Meixedo e Samil não conseguem entendimento para formar executivo

PUB.

Sex, 03/11/2017 - 09:43


Não houve consenso para aprovar os executivos da União de Freguesias da Sé, Santa Maria e Meixedo e na de Samil, no concelho de Bragança. Telmo Afonso ganhou pelo PSD as eleições na união que junta as duas freguesias da cidade de Bragança, no entanto, sem maioria.

O PSD tem 8 mandatos ao passo que a lista independente “A Força da União” encabeçada por José Pires, o anterior presidente, teve 7 mandatos e o Partido Socialista 4.

A maioria da oposição chumbou a proposta de Telmo Afonso, na primeira reunião de assembleia de freguesia para definir o executivo.

“Cabia-me a mim fazer a proposta dos vogais para o executivo das freguesias e foi votado maioritariamente não e temos de aceitar esse resultado”,

O presidente da união de freguesias mostra-se disponível para chegar a um acordo com as listas opositoras.

“Eu disse a seguir às eleições que estava disponível para negociações, entretanto falei com pessoas de outras listas, para tentarmos negociar e que apresentassem propostas e não apresentaram até hoje. Ficaram de dar uma resposta até hoje ainda não deram”, afirmou.

Telmo Afonso garante que o cenário de eleições antecipadas não se coloca nesta caso e vai tentar fazer aprovar uma lista.

Para já, o presidente mudou mas os vogais da União de Freguesias da Sé, Santa Maria e Meixedo são os da lista vencedora de 2013.

Também em Samil a vitória foi do PSD, tendo-se mantido Telmo Malhão como presidente que há quatro anos tinha sido eleito pelo PS. Até agora não chegou a acordo com as listas opositoras acerca de uma proposta de executivo.

Não havendo ainda conclusões, o autarca de Samil mostra-se aberto a negociações. Escrito por Brigantia.