PUB.

Candidata socialista por Bragança diz que 95% da população do distrito tem médico de família e há mais especialidades na ULSNE

PUB.

Qui, 15/02/2024 - 09:24


Valorizar os profissionais de saúde, criar incentivos para os médicos e uma reestruturação do Serviço Nacional de Saúde: é o que defende a candidata a deputada do PS por Bragança

Isabel Ferreira visitou, esta quarta-feira, o hospital de Bragança, onde esteve reunida com a administração.

A socialista avançou que a urgência de Bragança é das melhores em tempos de espera no país.

Ainda assim, defende que é preciso dotar os centros de saúde de meios de diagnóstico para aliviar as urgências. “As nossas urgências estão sempre no top5 das melhores do país, nomeadamente em tempos de espera. No nosso país, as pessoas vão duas vezes mais às urgências e isso acontece, porque não temos os cuidados de saúde primários dotados de recursos humanos e materiais para darem a primeira resposta, portanto a nossa principal intervenção vai ter que ser aí. Os centros de saúde terem meios de diagnóstico e terapêutica para que as pessoas encontrem resposta. Outra coisa fundamental é também a reorganização das competências. Podemos ter os enfermeiros com mais competências, que retire trabalho aos médicos e outros profissionais de saúde”, disse.

Isabel Ferreira reconhece que há falta de profissionais de saúde na região, no entanto, adiantou que a Unidade Local de Saúde do Nordeste tem 286 médicos especialistas hospitalares e 122 médicos de família.

Confrontada com a falta de médicos de família na região, a candidata a deputada afirma que é a melhor cobertura a nível nacional. “A cobertura de pessoas com médico de família é de 95%, é a melhor cobertura de todos os distritos a nível nacional. Nós queremos a perfeição e queremos que todos os utentes tenham médico de família, mas esta reorganização do SNS também vai nesse sentido. Não temos soluções milagrosas como a Aliança Democrática propõe no seu plano, que é num ano encontrar médicos de família para todos”, apontou.

No que diz respeito à falta de médicos especialistas, preferiu salientar as novas especialistas que agora a ULS do Nordeste disponibiliza. “Nós temos especialidades que nunca tivemos antes. Isso é também uma das causas de termos listas de espera com mais tempo de espera, porque as novas especialidades são menos médicos e há todo um ritmo de iniciação de uma especialidade”, referiu.

A candidata socialista foi ainda confrontada com o encerramento da urgência cirúrgica do hospital de Mirandela. Disse que é um problema que querem ver resolvido, mas que a segurança das pessoas está em primeiro, mesmo que a solução seja o hospital de Bragança.

Isabel Ferreira está desde esta terça-feira a percorrer várias instituições do distrito. Ontem esteve em Bragança, hoje estará em Mirandela, no âmbito da campanha “Portugal Inteiro”.

Escrito por Brigantia

Jornalista: 
Ângela Pais