Orlando Rodrigues já tomou posse como presidente do Instituto Politécnico de Bragança

Qui, 12/07/2018 - 10:47


Pôr os activos e conquistas do Instituto Politécnicos de Bragança a favor da região é uma das grandes prioridades do novo presidente da instituição que tomou ontem posse.

Orlando Rodrigues assumiu a liderança para os próximos quatro anos da instituição que foi considerada o melhor politécnico do país nos últimos cinco anos, e quer que a capacidade científica e de internacionalização do IPB possam ajudar as empresas transmontanas.

“O IPB tem uma dimensão muito importante no contexto nacional, tem sido pioneiro em muitos domínios, temos marcado a liderança na internacionalização e capacitação científica dos politécnicos. Agora a ambição é transformar os grandes activos conquistados a favor da nossa região, promover e ajudar as empresas a inovar e desenvolver-se”, explicou.

Outro dos objectivos é reduzir a taxa de desempregados entre os diplomados do IPB. E já há estratégias para conseguir alcançar essa meta.

“Vamos fazer parcerias com empresas, gostaríamos de trabalhar mais próximo das empresas na promoção da empregabilidade dos nossos alunos e por outro lado estamos também muito empenhados em promover o empreendedorismo, sobretudo o desenvolvimento de start ups de empresas tecnológicas por parte dos nossos alunos”, referiu.

Uma das necessidades identificadas é aumentar as instalações da escola superior de saúde. “Há um projecto para ampliar e criar um campus de saúde com a Unidade Local de Saúde do Nordeste e na continuidade do nosso campus. É um projecto que tem de ser trabalhado, amadurecido, há muitas parcerias que têm de ser feitas e problemas que têm de se resolver. O plano é deixar aquelas instalações para outras utilizações e criar um edifício novo de raiz”, adiantou.

Criar um pavilhão coberto para actividades desportivas será outro dos projectos.

Orlando Rodrigues é professor do IPB desde 1986, foi director da escola superior agrária durante 8 anos e vice-presidente do IPB nos últimos 12, acompanhando os três mandatos do Sobrinho Teixeira que agora substitui à frente da direcção da instituição. Escrito por Brigantia.

Jornalista: 
Olga Telo Cordeiro